"Bem-vindo"
A série de Fairy Tail gira em torno das aventuras dos personagens centrais: Natsu Dragneel, Lucy Heartfilia, Gray Fullbuster , Erza Scarlet, Happy e recentemente tendo Juvia Lockser, Gajeel Redfox e depois Wendy Marvell e os exceeds Charlie e Phanterlily como coadjuvantes. Lucy Heartfilia é uma jovem maga de 17 anos que deseja evoluir e tornar-se uma grande maga. Para isso, ela terá que entrar em uma guilda de magos, para ganhar dinheiro, sobreviver e também aprimorar suas habilidades. Ela chega até a cidade de Hargeon, onde Natsu Dragneel e Happy desembarcam para procurar Igneel, o dragão que criou Natsu como se fosse um filho, e que um dia, repentinamente, sumiu. Lucy, encontra Natsu e Happy ocasionalmente, após envolverem-se com o perigoso criminoso Bora que tenta transformar Lucy em sua escrava. Após salvar a maga, Natsu, que é integrante de uma das mais famosas guildas, a Fairy Tail, convida a garota a juntar-se a guilda. Assim, Lucy ingressa na Fairy Tail, onde começa a viver todo tipo de missão perigosa junto com Natsu e Happy. A história se passa em um universo conhecido como Mundo Mágico, uma terra onde a magia é usada em larga escala e os magos gozam de um alto status. Para organizar e facilitar a vida dos magos, surgem as guildas, organizações controladas pelo Conselho que, por sua vez, é controlado pelo Governo. Uma guilda funciona como uma "agência de empregos temporários": um cliente encomenda um serviço, um mago (sozinho ou em equipes) aceita a tarefa e caso seja completado com sucesso, há uma recompensa que varia de acordo com a periculosidade e grau de dificuldade da "missão". Contudo, assim como existem guildas "pacíficas" como a Fairy Tail, também existem guildas das "trevas", de mercenários, com fins e objetivos obscuros.

Atual Saga do mangá. Depois de 7 Anos, a Fairy Tail esta na última posição no ranking das Guildas, e atualmente a número 1 é a SaberTooth, que possui dois dragons slayers: o Dragão Branco Sting, e o Dragão das Sombras Rogue. Gildarts é indicado para ser o novo mestre da Fairy Tail, mas este recusa e vai embora deixando uma carta dizendo que iria voltar. A Fairy Tail decide então participar do Torneio Mágico, que decide qual guilda é a mais forte, em três meses. Aparece um time contra guildas das trevas formado por Ultear, Meldy e Jellal que querem investigar o torneio e ajudam a Fairy Tail. São cinco dias de torneio e somente 8 guildas foram pré selecionadas. Os dois times da Fairy Tail, Blue Pegasus, Lamia Scale, Sabertooth, Mermaid Heel, Quatro Cerberus e Raven Tail, antiga guilda das sombras cujo mestre é o filho de Makarov, pai de Laxus, Ivan. Cada dia tem um tipo de competição entre as oito guildas e quatro batalhas que ocorrem entre duas equipes. No Torneio há uma Maga Estelar chamada Yukino, o que interessa os organizadores do Torneio que parecem ter um interesse em Lucy. Graças a vergonha de ter perdido no segundo dia, Yukino é expulssa da guilda e humilhada. Milliana volta e se revela ser da Mermaid Hell para Erza e diz que Kagura e ela querem matar Jellal. Natsu tenta vingar Yukino e invade a sede da Sabertooth, desafiando Jiemma,mestre da Sabertooth,que faz pouco de Natsu e manda um subordinado lutar com ele e é rapidamente derrotado porém a luta é interrompida por Minerva que tinha Happy de refém e ameaça Natsu que vai embora com Happy. Laxus batalha contra seu pai, que covardemente luta com seus quatro ajudantes. Mesmo assim, Laxus ganha a luta mostrando para todos a sujeira da Raven tail que é eliminada. Wendy luta contra Cheila, a God Slayer do Ar. A luta acaba em empate. O conselho vai atras de Mystogan e tiram sua mascara. O conselho começa a investigar a Fairy Tail. Jellal sente uma energia muito forte e pensa ser Zeref, o motivo que o levou a investigar os jogos junto com Ultear. No quarto dia a partida é vencida por Minerva, que substitui Yukino, ela espanca Lucy na partida causando um choque entre Fairy Tail e Sabertooth. Fairy Tail A e B tem que se juntar já que Raven tail foi eliminada.A nova equipe é formada por Natsu, Gray, Erza, Laxus e Gajeel.Apos esse incidente o time Fairy tail enfrenta uma batalha de duplas no 4° dia,na qual a dupla escolhida é Natsu e Gajeel Vs Sting e Rogue onde mesmo a dupla de Dragon slayers da sabertoth usando o dragon force foi derrotada por Natsu que descartou seu parceiro no meio da batalha, o que resultou numa descoberta de Gajeel sobre um "cemitério de dragões" embaixo do palácio.Tal descoberta leva a acreditar que o mago negro Zeref esta por tras de tudo.

Em ultimas palavras, devem criar o vosso personagem e começar a tua saga, treinando novas técnicas e atributos, combater contra outros players em combates PvP ou torneios e pouco a pouco evoluir o teu rank para ter acesso a novas armas e novas habilidades.

Espero que gostem do fórum e lembrem-se que o mais importante é divertirem-se e criar novas amizades neste forum deste anime espectacular. Abraço a todos e muito bem-vindos


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo Mensagem [Página 1 de 1]

1 Nascimento de um novo Dragão em Sab Maio 25, 2013 6:11 pm

Convidado



Satoru morava em um deserto, afastado de todos. Não gostava das pessoas, nem as pessoas dele. Ele tinha uma personalidade forte, raramente aguentava alguma coisa calada e sempre tinha que se impor, também não aceitava ordens de outras pessoas que ele não reconheça como seus superiores, e sorria pouco. Não que era infeliz ou algo assim, simplesmente não tinha motivos para sorrir. Seus pais não eram pacientes e nem legais com ele, não tinha amigos e os poucos que tinha, não gostava, era calmo e paciente, embora se sua paciência fosse esgotada e a calma ido embora, seria um grande problema, já que desde pequeno ele tinha uma força maior que a das outras pessoas. Gostava de ajudar os outros ao mesmo tempo que queria se afastar das pessoas, e por isso, as pessoas o achavam estranho, vai saber, isso sem nenhum motivo aparente, era esquisito. O garoto então, teve que viver isolado de todas as outras pessoas. Tinha uma pequena cabana em um ponto cego do deserto, em que não podia ser atingido por furacões nem tempestades de areia. Ok, tempestades de areia podiam sim alcançá-lo. Ele vivia assim. Amava o vento, a brisa que o refrescava a cada noite naquele deserto, que antes quente, se tornava frio e morto. De dia, o Sol queimando até sua alma, porém, novamente a brisa vinha e refrescava o seu corpo. Ficava nisso em um misto de calor e refrescância (Existe essa palavra?). Oh, agora eu me toquei de que não falei do seu passado. Não se sabe onde os seus pais foram parar, simplesmente, uma manhã em que ele acordou na cidade viu que seus pais já tinham sumido, sem deixar pistas. As roupas ainda estavam lá, tudo estava. Era estranho isso ter acontecido, ele nunca tinha feito nada para seus pais o odiarem a ponto de ir embora assim, sem nem mesmo dar tchau para o garoto ou entregá-lo à um orfanato, mas coisas assim vivem acontecendo. Claro que não todo dia, mas enfim, você me entendeu. Fora difícil viver assim... Teve que aprender a se virar sozinho nas ruas, pedindo esmola para as pessoas que passavam nas ruas e principalmente os magos de guildas próximas, a maioria deles tinha um bom coração e ajudava o garotinho. Com isso, ele nunca conseguiu ser feliz. Havia um ódio no seu coração 200 vezes maior do que o amor, e isso fez com que ele fosse embora da cidade, e ir parar no deserto.

Uma vez, cansado de viver assim, escondido, afastado de tudo e de todos, Satoru resolveu ir pra outra cidade, tentar a sorte. Caminhou vários dias e várias noites sem parar pra dormir, comer ou tomar água, e seguiu seu caminho. Difícil, sim, eu admito, mas era necessário. Ele ainda tinha 7 anos, poxa... Por que isso tinha que acontecer justo com ele? Haviam tantas outras crianças que mereciam isso... Bem, em uma floresta linda por sinal, com um lago gigante no centro, com vários pássaros diferentes e espécies de flores variadas viviam ali, em conjunto com outros pequenos animaizinhos que não eram tão importantes, cá entre nós. O menino resolveu parar ali, pra descansar. Com toda aquela beleza, vinda de Deus, perdeu um pouco de seu ódio, mas esse lugar ficou vazio, nenhum sentimento mais entrava naquele espaço.

De madrugada, enquanto dormia, acordou com alguns uivos de lobo. Se levantou, e olhou para os lados. O lugar havia mudado, estava TUDO escuro e o que ele via, eram alguns par de olhos vermelhos brilhando por todos os cantos. Ao todo, eram 5 pares. Ele, ainda indefeso, não conseguia fazer nada pra se proteger, apenas esperar o pior. Os lobos correram até o menino, que se jogou deitado no chão. Não adiantou muito, já que os lobos caíram em cima do menino e começaram a rasgá-lo com suas patas. Mordidas, arranhões e rasgos em suas costas eram desferidos pelos lobos, até que algo gigante apareceu no céu. Sabia que era gigante pelo fato de sentir algo enorme com um imenso poder mágico pairar sobre suas cabeças, e um vento extremamente forte em intervalo de 2 segundos. Certamente, era um dragão batendo suas asas. Com um estrondo, ele pousou no chão e fez algo parecido com um sopro, que mandou os lobos para outro planeta, eu diria. Colocou o rapaz desmaiado em suas costas, e voou longe. Ele acordou no outro dia, com seus ferimentos já fechados, porém a dor ainda podia ser sentida. Era um lindo dragão azul e branco, que aparentava ser bravo e com um poder destrutivo, o que era verdade. Ele abriu sua boca, e Satoru fechou os olhos com medo do que viria a seguir, mas ouviu uma voz suave, ao contrário do que pensava que sairia dali. Olá, pequenino... Eu te salvei daqueles lobos e o curei, não precisa ter medo de mim. Eu quero te ajudar. A única feição naquele rosto apavorante, Satoru, o pequenino, deduzia ser um sorriso, o que talvez fosse. Eu quero treinar você... Não consegui vê-lo quase morrer naquele lugar, você precisa de algo pra se defender. Diga-me o seu nome. Ele meio trêmulo, abriu a boca se afastando pouco a pouco. E-Eu.. Me chamo S-S-Satoru.. Suas pernas estavam bambas e ele não conseguia correr, só podia esperar pelo pior.

O que claro, não iria acontecer. Não ali, não agora. O dragão se abaixou, e passou a cabeça levemente em seu braço, como uma carícia. Satoru passou a mão em sua cabeça e sorriu, perguntando em seguida quando começaria o seu treinamento, que seria no dia seguinte. Bem, assim foi. Grandeeney ensinava a Dragon Slayer Magic para o menino, que custava em aprender. O menino que já era bem forte, conseguiu aprimorar ainda mais esse atributo, socando e quebrando rochas gigantes, mas nem tanto. Ele não era Deus pra ter todo esse poder, embora quisesse ser um. Grandeeney o soltava do alto, para que ele sentisse melhor o vento, aprendesse a conviver com ele e se virar diante dessas situações, conviver com o ar, o vento, os céus. Assim foi desenvolvendo seu controle sobre o ar, e ele conseguiu. Certa vez, Grandeeney não estava por perto e ele tinha se jogado de um penhasco, e estava em queda livre. Por que ele tinha feito isso? Simples, a dragão sempre o pegava antes de se espatifar no chão, era mais uma convivência com o ar, mas ela não estava por perto. Até estava, mas ele não a via. Em desespero, controlou as correntes de ar - que eram fortes - ao seu redor e ao invés de cair, foi para frente, e foi manipulando o vento até que ele conseguisse tocar o solo. Se ajoelhou, ofegante e suado frio.Realmente era difícil o seu treinamento, mas com o tempo ele conseguiu dominar a Sky Dragon Slayer Magic. Treinava suas magias de cura nos animais, as de suporte em si mesmo e bem... Grandeeney não gostava muito de ensinar magias ofensivas, mas ensinava algumas. Ela achava que o mais importante era ajudar seus amigos de qualquer forma, mas Satoru não pensava assim, de qualquer forma. Uma vez, o dragão, ou a dragoa, se é que isso existe, prometeu que ensinaria a magia de ataque para Satoru, mas desapareceu. Sim, ela desapareceu sem deixar nenhum rastro... O menino já com 12 anos, acordou sem o seu dragão por perto, abandonado novamente numa floresta. Por que isso SEMPRE acontecia com ele? Por que justo com o rapaz? Ele lembrou-se de seus pais e começou a chorar, suas lágrimas pingavam no rio e movimentavam a água em ondinhas, e depois de um tempo parou de chorar. Levantou sua cabeça com os olhos inchados e o rosto vermelho por causa do choro, e voltou a andar. Seus cabelos azuis eram batidos contra o vento, e iam pro alto, e o próprio vento secava as lágrimas que eventualmente, cismavam em cair. Aquele ódio que perdera anos atrás, tinha voltado com tudo e ainda maior. Tudo o que ele queria, era achar Grandeeney, tirar satisfações e depois matá-la. Afinal, não é esse o propósito da magia dos Exterminadores de Dragão? Bem, se é esse o nome, a finalidade também deveria ser essa. Ele não queria saber de mais nada se não o seu objetivo. Entrava nas cidades sem falar com pessoa alguma, observava as coisas, talvez até ficava alguns dias em um hotel ou pousada, e depois ia embora. Não tinha rumo, não tinha casa e nem nada que o deixasse seguro de si, somente o seu poder mágico e sua própria magia. Também, havia aprendido magia de fogo com um mago qualquer de uma guilda independente qualquer, quando achou uma espécie de navio que voava a base de magia. Era estranho, e estava parado em uma região montanhosa em ruínas, perto de uma cidade. Ele bateu na porta, e um homem com aparência severa e perturbadora apareceu, seus punhos estavam cerrados e ele parecia querer fulminar o garotinho com os olhos. Perguntou o que o mesmo queria ali, e ele fez o vento balançar seus cabelos e entrar pela brecha que a porta da nave dava. Seu cabelo azul estava totalmente para cima e a marca em seu rosto (Tinha nascido com ela) estava aparecendo mais do que antes. Eu quero... Me juntar à guilda. Isso é uma guilda, não é? Eu ouvi falar daqui... Uma guilda das trevas, sim. Meu propósito... Quero um mundo igual para todos, e... Minha meta principal, é destruir Grandeeney, o dragão dos céus, o dragão que me ensinou sua magia e logo após me abandonou! Ao se lembrar disso, Satoru já tinha novamente formulado algumas lágrimas em seu rosto, que caíam e eram levadas pelo vento. Assim, começava realmente a vida do Dragon Slayer.



Última edição por Satoru Mukay em Sab Maio 25, 2013 6:39 pm, editado 1 vez(es)

2 Re: Nascimento de um novo Dragão em Sab Maio 25, 2013 6:37 pm


Aceito

Ver perfil do usuário


Lucy


Olá, bem vindo ao Fórum Fairy Tail X-Treme
Um Bom Mago deve ter em atenção os seguintes Detalhes
Respeite as regras
Faça sua ficha em Fichas de Magos
Não pratique o Flood, Eu Detesto Vadalismo
Não peça suporte por MP
Tire Suas Duvidas No Nosso Atendimento


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum